Juíza Ana Carmem traz o olhar feminino ao fórum

Por Maricy Guimarães

Ela foi escolhida por unanimidade para comandar o Judiciário mogiano pelos próximos dois anos e tem muitos planos – e muito trabalho – pela frente. Carioca, 40 anos, casada, mãe de três filhos, um deles um bebê de apenas 1 ano e meio, ela assumiu o cargo em fevereiro e quer ampliar o atendimento nas áreas de violência doméstica e família.

Mestrada em Direito Comparado pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, Ana Carmem diz que se sente muito feliz com a concordância dos colegas que a escolheram e pretende conciliar duas funções – a administrativa e a de juíza diretora – em seu trabalho no fórum nos próximos dois anos (2020-20210), mas assume a incumbência com alegria e certa de que trará um novo olhar, mais feminino, ao Judiciário da cidade. Ela destaca que Mogi das Cruzes possui dois centros de conciliação capazes de resolver questões da Vara de Família sem a necessidade de processo judicial, como o de Mogi, instalado na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), cujo telefone é 11 4798-7233 e o do distrito de Jundiapeba (Telefone 4723-2254), além de cursos esclarecedores como o de alienação parental, que acontece em breve. Confira a entrevista da doutora dada ao programa Café Com Notícia clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.