Celia Boratto, a artesã de muitos talentos

Uma das artistas mais talentosas e criativas de Mogi das Cruzes, Celia Boratto teve a quem puxar. Essa taubateana é filha de mãe bordadeira e pai desenhista e a arte sempre esteve em suas veias e em sua vida. Cresceu vendo os pais, funcionários públicos, conciliarem trabalho e arte. O pai chegou a fazer Arquitetura e em Baurú, onde também moraram, fazia desenhos em madeira recortados com serra tico-tico. Ele vendia horrores, diverte-se.

Ainda menina, Celia expôs seu primeiro desenho num concurso do Instituto Washington Luís (hoje Escola Estadual) e ganhou o primeiro lugar. Foi nessa época que caiu nas graças de um grande incentivador da arte mogiana, Tirreno Da San Biaggio, o Toti, proprietário do jornal O Diário de Mogi. Me apoiou desde sempre, conta.

Artista de vanguarda, Celia fez Desenho e Artes Plásticas na Universidade de Mogi das Cruzes e pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Braz Cubas (UBC). Foi professora, pintou murais, fez quadros e bandeiras. Hoje produz cartões de Natal, bijuterias exclusivas como pulseiras, feitas com pedras de Murano, caixas personalizadas e obras incríveis que ela expõe todos os anos na Festa do Divino.

Já expus no mundo todo. As pessoas acham que o artista tem que estar presente, mas não. Quem temque estra presente é a obra. Celia Boratto

Quem quiser conhecer um pouco mais de perto o trabalho dessa artista pode conferir a mostra Olhar Feminino, que acontece na Pinacoteca de Mogi das Cruzes até 31 de março, com entrada gratuita. A mostra é uma homenagem ao talento feminino e à arte de mulheres artistas como Celia.

Ou ainda visitar a página de Celia Boratto no Facebook, Fatto Boratto. Encomendas podem ser feitas pelo whats (11) 95638-9627. A entrevista de Celia Boratto ao programa Café com Notícia você confere aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.