Cientistas recomendam vitamina D a doentes com coronavírus na Itália

Do site Só Notícia Boa

Um estudo da Universidade de Turim, divulgado no final de março, descobriu que boa parte dos internados pelo covid-19 na cidade de Turim, na Itália, tinha carência de vitamina D. Com base nesses dados, os cientistas recomendaram que a população doente tome vitamina D para aumentar a imunidade e ajudar a reduzir problemas respiratórios causados pela pandemia. Existem vários alimentos ricos em vitamina D, mas o sol ainda é a melhor fonte.

Seguindo recomendações da Associação Dietética Britânica, os autores sugerem aos médicos, “garantir níveis adequados de vitamina D na população”,  sobretudo naqueles já infectados, em seus familiares, nos profissionais de saúde, em idosos frágeis, nos hóspedes das residências assistenciais, nas pessoas em regime de clausura e em todos aqueles que, por várias razões, não se expõem adequadamente à luz do sol”.

“A compensação por essa ampla deficiência de vitamina D pode ser alcançada principalmente pela exposição à luz solar, tanto quanto possível, mesmo em varandas e terraços, alimentando-se de alimentos ricos em vitamina D e, sob supervisão médica, tomando medicamentos específicos “, afirmam os pesquisadores.

Injeção de Vitamina D

Eles também indicam a administração de vitamina D, calcitriol, por via intravenosa, em pacientes com coronavírus que estejam com função respiratória comprometida.

Essas indicações derivam de inúmeras evidências científicas que demonstraram um papel ativo da vitamina D na modulação do sistema imunológico, a associação frequente da hipovitaminose D com inúmeras patologias crônicas que podem reduzir a expectativa de vida em idosos”, escreveram os professores.

Alimentos ricos em vitamina D

As principais fontes alimentares de vitamina D são:

  • carnes
  • peixes
  • frutos do mar – como salmão, sardinha e mariscos
  • ovos
  • leite
  • fígado
  • queijos e
  • cogumelos

A vitamina D também reduz ataques de asma e problemas respiratórios. Em 2008, pesquisadores da Queen Mary University, na Inglaterra, descobriram que consumir suplementos de vitamina D faz com que pessoas reduzam as idas ao hospital por insuficiência respiratória.

Cuidados

Mas cuidado para não sobrecarregar as artérias e os rins e elevar a deposição de cálcio no organismo, utilizando a vitamina D em excesso .

O ideal é ficar exposto ao sol durante 20 minutos por dia – pode ser na sacada, pra não precisar sair de casa. Isso é suficiente para as necessidades diárias do ser humano. E o melhor: é grátis!

Com informações do La Repubblica e SnB